BLOG

Abacate

O abacate é uma fruta cultivada especialmente em países tropicais, devido ao clima mais quente, e começou a ser produzido no Brasil a partir do século XIX, principalmente nos estados de São Paulo e Minas Gerais.
Existem muitas variedades do abacate, entre eles: Margarida, Geada, Fortuna e Hass, que variam no tamanho e na sazonalidade (melhor período para o alimento ser consumido pela facilidade de produção, apresentando melhor composição nutricional, mais sabor e menor preço).
O abacate Margarida é redondo e tem a casca rugosa e verde escura, além de apresentar rápido amadurecimento. O Geada, por sua vez, é ovalado, sem “pescoço”, com casca lisa, polpa amarelada e menos gordurosa.
O abacate Fortuna é o mais encontrado no Brasil, com melhor safra de março a agosto. Conheça um pouco mais sobre os seus valores nutricionais:
– É fonte de fibras, que auxiliam no bom funcionamento do intestino;
– Apresenta vitamina B5, essencial para a geração de energia para o corpo;
– Contém as vitaminas C e E, importantes antioxidantes que auxiliam no combate aos radicais livres, prevenindo danos celulares e o envelhecimento precoce das células;
– Contém compostos como a beta criptoxantina, beta e alfacaroteno, também reconhecidos por proteger o corpo através da sua ação antioxidante.
O abacate Hass, também conhecido como avocado, é o menor e com o sabor mais suave. Por ser o abacate mais popular mundialmente, é o tipo mais estudado pela ciência, principalmente sua composição nutricional e seu efeito positivo na saúde do coração. Um estudo da American Heart Association avaliou o efeito do consumo diário do avocado em homens com excesso de peso. Foram avaliados 45 homens em 3 dietas isocalóricas (com a mesma quantidade de calorias), em que a gordura saturada foi substituída por carboidratos, gorduras monoinsaturadas provenientes de óleos vegetais e gorduras monoinsaturadas proveniente do abacate Hass. O terceiro grupo teve maior redução do LDL colesterol (colesterol ruim), sem alterações no HDL colesterol (colesterol bom), os outros grupos tiveram redução em ambos os tipos de colesterol. Além disso, os pesquisadores acreditam que a presença de fibras e fitoesteróis no abacate, tornam esta fruta um protetor do sistema cardiovascular.
Todas as espécies de abacate contém alto teor de gorduras insaturadas, principalmente as monoinsaturadas. Esse tipo de gordura é conhecida como “gordura boa”, já que seu consumo regular está associado a melhores níveis de colesterol (diminuição do colesterol ruim e aumento do colesterol bom), além de maior controle da pressão arterial, tornando-se uma importante aliada na proteção ao coração.

Teor de gorduras classificadas por saturação, Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO, 2011)

Abacate_imagem

Por tratar-se de uma fruta de textura cremosa e com sabor suave, o abacate apresenta grande versatilidade na cozinha: em preparações doces ou salgadas, cru, cozido ou grelhado. Acrescente essa fruta em sua alimentação – fonte de nutrientes, antioxidantes e sabor!

 

Referências bibliográficas
1. Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP). Sazonalidade dos produtos comercializados no ETSP. Disponível em: http://www.ceagesp.gov.br/produtos/epoca/produtos_epoca.pdf
2. Dajuto ER et al. Composição química e atividade antioxidante da polpa e resíduos de abacate ‘Hass’. Rev. Bras. Frutic. 2014;36(2):417-424.
3. Ministério da Saúde. Alimentos regionais brasileiros. Brasília, 2015;2: 275.
4. Michas G, Micha R, Zampelas A. Dietary fats and cardiovascular disease: putting together the pieces of a complicated puzzle. Atherosclerosis. 2014 Jun; 234(2):320-8.
5. NEPA- Núcleo de Estudos e Pesquisa em Alimentação. Tabela brasileira de composição de alimentos. TACO. Campinas: UNICAMP. 2011;4.
6. United States Department of Agriculture – Agricultural Research Service Nutrient Database for Standard Reference. 2001; 14.
7. Wang L, Bordi PL, Fleming JA, Hill AM, Kris-Etherton PM. Effect of a moderate fat diet with and without avocados on lipoprotein particle number, size and subclasses in overweight and obese adults: a randomized, controlled trial. J Am Heart Assoc. 2015 Jan 7;4(1):e001355.