PORTALRGNUTRI

OVO DA NUTRIÇÃO À COZINHA

novembro 28, 2016

Por muito tempo o ovo foi considerado um vilão da alimentação, devido a sua quantidade de colesterol, porém diversos estudos demonstram a não-associação entre a ingestão de ovos e o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. O ovo é ainda um alimento rico nutricionalmente – pesquisadores espanhóis publicaram no ano de 2015 um estudo que resume os principais atributos do ovo: proteínas e gorduras de boa qualidade, além de mais de 15 vitaminas e minerais, entre as quais se destacam as vitaminas do complexo B, como a colina, essencial à saúde do cérebro, e a vitamina D, muito importante para a saúde dos ossos. Ainda, a gema do ovo é uma das melhores fontes de carotenoides, responsáveis pela cor dessa parte do ovo, considerados importantes antioxidantes, que auxiliam o combate aos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce e colaborando com o sistema de defesa do corpo.
Na cozinha, o ovo é um dos ingredientes mais valiosos; sem ele, muitas receitas seriam inviáveis, pois este ingrediente tem o poder de engrossar, aerar e emulsificar. Além de toda a aplicação técnica os ovos são muito versáteis e podem ser facilmente aplicados em preparações rápidas e fáceis no dia-a-dia.

 

ALGUMAS DICAS E CURIOSIDADES SOBRE OS OVOS
– Ovos caipiras são ovos provenientes de galinhas criadas mais “soltas”, com certa liberdade de correr, ter acesso a variedade de vegetação para comer;
– A cor da casca do ovo é determinada pela raça da galinha e por sua dieta. A cor da casca varia desde casca com pintas (ovo de codorna) até com coloração mais azulada (ovos de pata); mas os mais consumidos são mesmo os ovos de galinha (brancos ou vermelhos);
– Para saber se um ovo está bom para o consumo, faça um teste colocando o ovo em um copo com água. Quando mais velho, mais leve é o ovo, pois perde sua água através da casca, aumentando a bolsa de ar em seu interior, o que o faz boiar. Portanto, o ovo mais fresco afundará no copo com água; o mais velho irá boiar, permanecendo na superfície.

Inclua ovos na alimentação! Valem os cozidos, mexidos, omeletes, quente, grelhado, pochet (cozido em água) ou como ingredientes nas mais diversas receitas. Seguem algumas ideias RGNutri com ovos.

 

OVOS COCOTTE
Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 40 minutos
Valor nutricional por porção: 129 kcal

Ingredientes
Azeite para untar
1 xícara (chá) de queijo branco cortado em cubos pequenos
4 aspargos picados em rodelas
1 colher (café) de sal
4 ovos
4 colheres (sopa) de cheiro verde picado
Noz moscada ralada a gosto

Modo de preparo
– Dentro de 4 potinhos pequenos (ramequins ou até pequenos bolws) untados com o azeite, distribua o queijo branco e os aspargos e tempere com metade do sal;
– Abra os ovos sobre cada ramequin cobrindo o queijo e os aspargos;
-Tempere com o cheiro verde, a noz moscada e o restante do sal;
– Leve para assar em banho-maria (dentro de uma assadeira com o fundo coberto com água), em forno médio pré-aquecido por aproximadamente 30 minutos. Sirva quente.

 
TORTILLA ESPANHOLA DE MANDIOQUINHA
Rendimento: 2 porções
Tempo de Preparo: 30 minutos
Valor calórico por porção: 241 kcal

Ingredientes
4 ovos
1 colher (café) de sal
Páprica picante a gosto
Pimenta-do-reino preta moída a gosto
3 mandioquinhas sem casca cortadas em rodelas
1 colher (sopa) de azeite
1 cebola descascada e cortada em tiras finas
1 dente de alho descascado e picado
Salsinha picada a gosto

Modo de preparo
– Quebre os ovos em um recipiente, adicione o sal, a páprica e a pimenta-do-reino e misture bem com um garfo ou fouet (batedor de ovos). Reserve;
– Cozinhe as mandioquinhas em água até que fiquem al dente (nem muito duras, nem muito moles – aproximadamente 15 minutos);
– Em uma frigideira, coloque o azeite e refogue a cebola e o alho; junte as mandioquinhas e refogue um pouco mais. Forre o fundo da frigideira com as rodelas de mandioquinha;
– Por cima da camada de mandioquinhas, despeje a mistura de ovos, tampe a frigideira e cozinhe em fogo baixo por aproximadamente 4 minutos ou até dourar a parte de baixo;
– Vire a tortilla com cuidado em um prato e coloque-a novamente na frigideira para cozinhar do outro lado;
– Cozinhe por mais 3 minutos ou até dourar a parte de baixo e cozinhar por dentro;
– Finalize com a salsinha picada e sirva.

 

Referências Bibliográficas
1. Miranda, J.M., et al. Egg-Derived Foods: Effects on Human Health and Use as Functional Foods. Nutrients. 2015 Jan 20;7(1):706-729.
2. Wright, J; Treuille, E. Le Cordon Bleu: Todas as técnicas culinárias. Editora Marco Zero: São Paulo-SP, 2000.