PORTALRGNUTRI

Food Forum 2017

Abril 14, 2017
No mês de março foi realizado em São Paulo o primeiro Food Fórum feito no Brasil, uma organização independente que visa provocar o diálogo e inspirar pessoas sobre o futuro da comida, bebida, gastronomia e nutrição. O evento reuniu empresários e especialistas ao redor do tema alimento.
Dentre os palestrantes, uma diversidade de atividades e especialidades – empreendedores, chefs, relatos, cases de sucesso, palestras de impacto com dados sobre a realidade da alimentação, produção de comida e sustentabilidade ao redor do mundo.
Das muitas ideias à mesa, o Food Fórum teve alguns pontos marcantes:
 “Comer é responsabilidade”, frase comum a alguns dos palestrantes, conceito que foi reafirmando continuamente. Cada vez mais o que se coloca no prato mostra o modo como cada um cuida do mundo; a comida é agente de mudanças – políticas, econômicas, sociais;
 Clean Label – para o empresário Enrico Leta, fundador da marca Yorgus, o movimento Clean Label é realidade e é irreversível;
 Chega de desperdício! – Alexandra Forbes, idealizadora do Refettorio Gastromotiva (projeto criado para contribuir na luta contra o desperdício de alimentos, má nutrição e exclusão social), chamou a atenção para o gigante desperdício de alimentos que ocorre todos os dias. A empresária citou exemplos como o da criação da lei contra o descarte de alimentos em supermercados franceses como o futuro;
 Orgânicos possíveis – o agricultor David Ralitera define agricultura orgânica como aquela que garante procedência, transparência e sustentabilidade, além de contribuir para a manutenção da cultura e história locais através da preferência por espécies nativas e valorização da sazonalidade;
 Plant-based, o futuro – a jornalista Ailin Aleixo conclui que a “comida do futuro” é baseada principalmente em alimentos vegetais e utiliza a proteína animal em menor quantidade e com mais qualidade.
Além dos citados outros profissionais enriqueceram a mistura do Food Fórum, trazendo à tona questões relevantes e chamando as pessoas para pensar na comida sob outros ângulos.
Referências Bibliográficas:
Food Fórum. Disponível em: http://www.foodforum.co/. Acesso em 06 de abril de 2017.
Refeittorio Gastromotiva. Disponível em: http://www.refettoriogastromotiva.org/. Acesso em 06 de abril de 2017.