PORTALRGNUTRI

O FUTURO DO VAREJO DE ALIMENTOS

setembro 1, 2017

A disponibilidade dos alimentos em casa pode ser crucial para a tomada de decisão entre cozinhar ou pedir comida pronta. Então, por fazer parte do planejamento da alimentação, o momento das compras se torna fundamental e, muitas empresas do varejo de alimentos vêm explorando a tecnologia para melhorar a experiência da famosa hora de “fazer mercado”.

Imagine receber na porta de casa uma loja móvel com alimentos e outros itens que encomendados antecipadamente e, ainda, que essa loja pode vir a qualquer hora do dia, utilizando energia solar, sem motorista, tudo feito através de inteligência artificial. Imaginou? É esta a proposta de uma startup de Xangai que em conjunto com universidades está idealizando o Moby Mart, a primeira loja autônoma, móvel e sem tripulação do mundo.

Mas, para aquelas que gostam de ir ao mercado, esta experiência também está se transformando pela tecnologia. O maior supermercado da Itália se juntou ao MIT (Instituto de Tecnologia de Massachussets) para criar o “Supermercado do Futuro”, um novo conceito que aborda questões ligadas a alimentação, compras e sustentabilidade. Neste espaço, os produtos ganharam painéis digitais com informações como a origem do produto, como manuseá-lo, como recicla-lo, detalhamentos sobre a rotulagem, entre outras informações.

Para evitar que o consumidor perca tempo com filas, a Amazon lançou o Amazon Go em Seatlle. Neste modelo, o cliente se identifica na entrada pelo smartphone, pega o que desejar nas prateleiras e vai embora sem passar por nenhum tipo de caixa. Para isso, foi utilizada a tecnologia Just Walk Out – a retirada ou reposição dos produtos das prateleiras é detectada automaticamente e esta informação é cruzada com imagens do cliente.

No Brasil, estão sendo implantados mercados em que você registra as suas próprias compras no caixa, sem ajuda de nenhum operador. O cliente identifica os produtos pelo código de barras e deposita sobre uma balança, que confere se o peso está de acordo com o item registrado e ao final da compra, o cliente faz o pagamento através de cartões de crédito ou débito. Com toda essa tecnologia a favor do consumidor, ficará cada vez mais prático planejar as compras e, assim, sobrará mais tempo para colocar a mão na massa!

Referências bibliográficas:

The Moby Mart. Disponível em: http://themobymart.com/. Acesso em 02 de agosto de 2017.

Supermercado del Futuro. http://supermercatodelfuturo.e-coop.it/eng. Acesso em 02 de agosto de 2017.

Amazon Go. Frequently asked questions. Disponível em: https://www.amazon.com/b?node=16008589011. Acesso em 02 de agosto de 2017.

Associação Brasileira de Supermercados. Supermercados devem ter caixas operados por clientes em 2013. http://www.abrasnet.com.br/clipping.php?area=5&clipping=36427. Acesso em 02 de agosto de 2017.