PORTALRGNUTRI

O QUE É TRANSIÇÃO AGROECOLÓGICA?

setembro 1, 2017

Segundo a Coordenadoria de Desenvolvimento do Agronegócio (Codeagro): “Transição Agroecológica é o processo gradual com orientação e acompanhamento de transformação das bases produtivas e sociais para recuperar a fertilidade e o equilíbrio ecológico do agroecossistema em acordo com os princípios da Agroecologia, priorizando o desenvolvimento de sistemas agroalimentares locais e sustentáveis, considerando os aspectos sociais, culturais, políticos e econômicos”.

Com as metas de promover a Transição Agroecológica, apoiar agricultores a utilizarem sistemas produtivos baseados neste ideal e tornar sua produção orgânica em até 5 anos, o Governo do Estado de São Paulo, por meio das Secretarias de Agricultura e Abastecimento e do Meio Ambiente, vem há alguns anos capacitando e conscientizando produtores. Entre 2013 e 2015, foram capacitados 277 técnicos que promoveram reuniões, palestras, cursos, fóruns, oficinas e visitas técnicas, alcançando 4.850 agricultores. Os resultados das ações já aparecem – dados divulgados em junho/2017 revelam aumento de 16,9% em 2016 no número de produtores orgânicos no território paulista em comparação com o ano de 2015.

E as ações não param por aí; em parceria com o Instituto Kairós e a Associação de Agricultura Orgânica (AAO), o Governo do Estado de São Paulo lançou no último mês (julho/2017) um site direcionado ao produtor paulista para consultar diretrizes e boas práticas para tornar sua produção orgânica, ferramenta estratégia para fomentar a transição agroecológica (Consulte em: http://www.codeagro.sp.gov.br/fichas-agroecologicas/transicao-agroecologica). Além disso, continuam a promoção de encontros de capacitação técnica para melhor atender os produtores; a capacitação para os agricultores sobre conhecimentos e tecnologias para produção sustentável, entre outros.

As iniciativas são significativas para o início de mudanças no sistema alimentar e revelam que essas questões estão em foco na agenda governamental. Além disso, as ações dão instrumentos para o produtor realizar a transição agroecológica também trazem mais segurança ao consumidor.


Referências Bibliográficas:

Coordenadoria de Desenvolvimento do Agronegócio. Disponível em: http://www.codeagro.agricultura.sp.gov.br/codeagro/noticia/195/governo-do-estado-apoia-a-transicao-agroecologica-para-aumentar-a-producao-organica-paulista. Acesso em 25 de julho de 2017.

Coordenadoria de Desenvolvimento do Agronegócio. Disponível em: http://www.codeagro.sp.gov.br/fichas-agroecologicas/transicao-agroecologica. Acesso em 25 de julho de 2017.

Instituto Kairós. Disponível em: http://institutokairos.net/. Acesso em 25 de julho de 2017.

Associação de Agricultura Orgânica. Disponível em: http://aao.org.br/aao/. Acesso em 25 de julho de 2017.

Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Disponível em: http://agricultura.sp.gov.br/noticias/numero-de-produtores-organicos-no-estado-cresce-16-9-aponta-secretaria/. Acesso em 04 de agosto de 2017.