BLOG

Estrategia em Alimento

Marketing de alimentos: o que é, como funciona e quais as vantagens

A indústria de alimentos exige bastante cuidado no que diz respeito à comunicação. Afinal, a alimentação impacta diretamente na qualidade de vida das pessoas. Portanto, não basta apenas divulgar os produtos, também é preciso se comprometer a agir com ética, transparência e responsabilidade com a saúde dos consumidores.

Gostou do tema? Então continue a leitura e saiba o que é marketing de alimentos, quais são os seus benefícios e como utilizá-lo a favor do sucesso de seu negócio!

Marketing de alimentos: o que é e como funciona

Muitos pensam que comidas e bebidas não precisam de marketing, pois se vendem pela necessidade básica de alimentação do consumidor. Mas, diante de um mercado cada vez mais competitivo, é fundamental investir em ações para se diferenciar da concorrência.

O marketing aplicado à indústria de alimentos tem diversas particularidades em relação aos outros setores. É preciso alinhar os interesses comerciais da empresa com as necessidades do consumidor, respeitando questões legislativas e se adequando ao trio: qualidade, ética e praticidade.

Nesse segmento, o grande objetivo é despertar o interesse, aumentar a credibilidade do produto, e fazer com que o consumidor se identifique e o incorpore aos seus hábitos alimentares.

O marketing de alimentos está presente não só em anúncios, mas também nas redes sociais, fotos, cores utilizadas no ponto de venda e, principalmente, nos rótulosembalagens.

Qual a importância de investir no marketing de alimentos

No setor de alimentos, é fundamental investir no marketing para fortalecer a imagem da marca e se consolidar como preferência do consumidor.

Especialmente nos últimos tempos, com a crescente tendência da alimentação saudável, o consumidor tem se preocupado com os efeitos dos alimentos em sua saúde e bem-estar. Nesse sentido, oferecer informações nutricionais de seus produtos faz com que eles entendam os efeitos do alimento na saúde e façam uma opção consciente de compra, conforme o seu estilo de vida.

O marketing de alimentos permite a construção de uma relação de confiança entre a marca e o seu público, que passa a ter uma percepção de que a empresa é transparente e se preocupa com com a qualidade de vida de seus clientes.

Como aplicar essa estratégia em seu negócio

Estabeleça uma comunicação clara

Expresse com clareza não só os diferenciais do produto, mas também os detalhes técnicos pertinentes à composição.

Cabe ressaltar que a comunicação precisa ser eficaz e atrativa, mas se manter dentro das limitações legais. Para isso, é importante contar com o apoio de uma empresa parceira que entenda dessas questões, para evitar o veto de órgãos fiscalizadores, como o Conar.

Pesquise sobre seu público

Estude a relação do seu consumidor com a alimentação para saber como se comunicar com ele e quais os benefícios do seu produto devem ser destacados. Para isso, realize estudos aprofundados como etnografias, jornadas de consumidor e testes de conceitos.

Se você vende marmitas saudáveis congeladas, por exemplo, o seu público provavelmente tem uma rotina agitada, mas se preocupa com o valor nutritivo dos alimentos. Então, o ideal é mostrar que seu produto oferece praticidade sem abrir mão da saúde.

Crie diferenciais competitivos

Pesquise também sobre os seus concorrentes e sempre questione: como posso me diferenciar? Algumas boas opções são:

  • mude a comunicação para gerar conteúdos mais relevantes (ao publicar dicas sobre culinária nas redes sociais, por exemplo);
  • invista em deixar o alimento mais saudável (como a redução de aditivos, alimentos ultraprocessados e adição de mais ingredientes naturais);
  • aperfeiçoe a composição do produto para melhorar a tabela nutricional.

Mensure seus resultados

Não se esqueça de acompanhar constantemente os resultados. Assim, você entenderá o impacto da sua marca e descobrirá quais ações devem ser mantidas ou que exigem melhorias. Além de consultar indicadores de desempenho, considere também a opinião de seus clientes. Em caso de lançamentos, analise a curva de adoção da inovação para entender como impactar cada perfil de consumidor no momento certo.

Uma empresa deve investir em marketing de alimentos não só para alavancar as vendas de seus produtos, mas também estabelecer uma relação positiva com os seus consumidores e aumentar a credibilidade da sua marca.

Gostou deste post? Então, assine a newsletter e acompanhe nossas atualizações de conteúdo sobre o mercado de alimentos!