buscar:      

siga-nos:


Novas Recomendações Nutricionais
Saúde & Qualidade de Vida - Saúde & Nutrição

Em 1941 foram elaboradas e publicadas as primeiras recomendações nutricionais: RDAs (Recommended Dietary Allowances) – Recomendação diária de nutrientes essenciais a ser ingerida. A última publicação foi a 10a edição em 1989, após esse período, comitês de estudo, em 1993/94 nos Estados Unidos e Canadá reiniciaram as pesquisas para a publicação de uma nova edição.

Diferenças entre necessidades e recomendações

 

NECESSIDADES NUTRICIONAIS RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS
Quantidade mínima de um nutriente ingerido continuamente por um indivíduo e que mantém o estado nutricional em um determinado nível, avaliado de acordo com um determinado critério de adequação nutricional Nível contínuo de ingestão de nutrientes e energia objetivando atender às necessidades dos indivíduos da população
Baseada na observação de uma ingestão habitual durante um período Avaliação de indivíduos sadios
Impossível – determinação das necessidades nutricionais com exatidão Variação segundo a idade, sexo e estado fisiológico

 

A revisão foi realizada, pois as RDAs apenas levam em consideração a prevenção das deficiências nutricionais, mas não levam em consideração a toxicidade do nutriente e a prevenção de doenças crônicas não transmissíveis.

Novos valores de referência

EAR (Necessidade média estimada) – é o valor de ingestão diária de um nutriente que se estima suprir as necessidades de 50% dos indivíduos saudáveis. Utilizado como base para estabelecer as RDAs.

RDA (Ingestão dietética recomendada) – Suprir as necessidades da maioria (97 a 98%) dos indivíduos saudáveis.

AI (ingestão adequada) – nível de ingestão de nutrientes a ser utilizado em substituição a RDA quando os estudos não permitiram estabelecer EAR/RDA ou em quantidades que parecem reduzir risco de doença, segundo observação experimental.

UL (nível máximo de ingestão tolerável) – é o limite “máximo” de ingestão de nutrientes, sem observação de efeitos adversos a saúde, tolerável biologicamente.

Em suma, a EAR é o mínimo a ser ingerido, a RDA o recomendado, a AI, quando o nutriente não está presente nem na EAR e nem na RDA e a UL, o máximo a ser ingerido sem provocar toxicidade. As tabelas, no entanto, ainda não foram disponibilizadas